Técnico da Desportiva Ferroviária é detido por suposto caso de racismo

0
635

De acordo com a polícia, O técnico Vevé teria chamado adversários de “macaco” após partida pela Copa ES, em Itapemirim.

veve


Uma grande polêmica envolvendo o técnico Vevé, da Desportiva Ferroviária, aconteceu na tarde deste sábado. Logo após a derrota por 2 a 0 para o Atlético de Itapemirim, o treinador do time da Grande Vitória foi encaminhado para a 9ª Delegacia Regional, de Itapemirim, por um suposto caso de injúria racial.
De acordo com informações confirmadas pelo Sargento Lúcio Batista da Silva, Vevé teria usado a palavra “macaco” para se referir ao maqueiro e ao goleiro reserva da equipe sulina.
Ainda de acordo com o sargento responsável por conduzir Vevé para a delegacia, o goleiro, o maqueiro e um repórter que estavam do lado de fora do gramado do estádio José Olívio Soares denunciaram as ofensas do treinador.
“O maqueiro, o goleiro reserva e o jornalista vieram atrás de mim e falaram a mesma coisa. Falaram que o Vevé xingou o maqueiro e o goleiro de macacos. Fui até o Vevé e falei que ele deveria me acompanhar até a delegacia. Ele não resistiu. Até falei com ele que era melhor ir comigo, para a própria segurança dele, já que os ânimos da torcida estavam exaltados por causa da confusão”.
Responsável pelo caso, o delegado Artur Guimarães confirmou as denúncias contra o treinador grená, mas afirma que só vai dar mais detalhes sobre o caso quando o boletim de ocorrência feito pelos policias que estavam no estádio for concluído.

Comentários

Comentários