A peruca do Eike

0
253

Ele virou o homem mais rico do Brasil em 2009. E, um ano depois, o quase careca Eike Batista deu um passo ainda maior: tornou-se o mais cabeludo, pelo menos entre os cinquentões. O que ele tem na cabeça, afinal?


A técnica

O aumento instantâneo de cabelo na cabeça de US$ 27 bilhões é resultado de uma técnica italiana, a CNC – Capelli Naturali a Contato (“cabelo natural a contato”). É simples, a princípio: a clínica que fizer o implante gruda uma película de plástico na sua cabeça e aplica fios ali.

Os fios

De onde vêm os fios? Bom, cabelo bonito é uma mercadoria como outra qualquer. Dá para comprar meio metro de cabelo “loiro-virgem sedoso” por US$ 800 no Buyandsellhair.com, direto da dona da cabeleira, sem intermediários. Quando a clínica consegue fios com a textura e a cor que o cliente quer, costura tudo sobre a película, respeitando a distribuição dos fios naturais – com redemoinhos, variação de cores etc.


A cola

A parte fundamental aqui é a cola que liga o couro careca ao plástico cabeludo. Sem ela a coisa seria só uma peruca. Com ela dá para correr na Lagoa e mergulhar no Leblon sem medo de que a realidade calva e crua volte numa fração de segundo.

A manutenção

A película tem microporos para a pele respirar. Mas ficar com um negócio desses na cabeça acumula mais resíduos do que não ficar. Então você precisa voltar à clínica todos os meses para tirar a prótese e dar uma lavada. Com esse plano de manutenção, o sonho do cabelo próprio sai por até R$ 70 mil. Dura 8 anos.

%Fontes: Ricardo Lemos, cirurgião plástico da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar

 

Atualização em 30/1/2017: Eike Batista foi detido por lavagem de dinheiro e corrupção ativa ao desembarcar, por volta de 10h, no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Após passar por uma triagem no presídio Ary Franco, foi levado com a cabeça raspada para Bangu 9.

Comentários

Comentários