Facebook irá deletar usuários que cometem crimes contra língua portuguesa

0
630

Parceria entre a diretoria de branding do Facebook e a Academia Brasileira de Letras irá monitorar os textos postados e banir analfabetos funcionais.

facebook_proibido


A diretoria de inovação e branding do Facebook no Brasil anunciou na última quinta-feira que irá monitorar os textos dos usuários brasileiros em função das constantes denúncias a respeito de analfabetismo funcional por parte dos usuários. Erros grotescos como “fasso”, “com certeza”, “min ajuda” e o tão popular “menas”, estão cada dia mais presentes no feed de notícias dos usuários da maior rede social do mundo.

O pedido de banimento dos analfabetos funcionais partiu da Academia Brasileiras de Letras, por meio do secretário geral, Jorge Holanda Saens Peña. Para o acadêmico “a exclusão de detratores da língua portuguesa do convívio digital melhorará a qualidade do texto lido pelos demais internautas, e forçará aos relapsos com a linguagem uma revisão textual antes de cada publicação”.

David Nashe Marlowe, responsável pela diretoria de Branding do Facebook no Brasil, informa que as mudanças passarão a ocorrer em novembro do corrente ano. Cada usuário banido só retornará ao convívio digital da rede social após atestar a conclusão do Ensino Médio e ser submetido a exame de proficiência em língua portuguesa.

VEJA TAMBÉM: Programa de TV faz um resgate da história do rádio e apresenta suas possibilidades e ameaças para o futuro próximo.

Comentários

Comentários