Em sua empresa quem é mais importante : Hardware, Software ou Peopleware?

0
274

Quando um cliente visita sua empresa qual é a lembrança que ele leva? A decoração do espaço? A tecnologia? Ou a forma como foi atendido?

ruim-Imagem-SXC

Empresários investem no layout de sites, fachadas e letreiros. Pagam fortunas por inserções de 30 segundos na televisão. A cada semestre renovam seus softwares e hardwares para terem equipamentos e processamentos de informação mais velozes e supostamente eficientes. No entanto, o investimento no peopleware é quase sempre esquecido.

As pessoas que trabalham na empresa, especialmente no atendimento ao público, é que verdadeiramente vão tatuar na lembrança do cliente a marca da experiência que tiveram com a empresa. Não é o que você diz sobre sua empresa que fica, e sim o conjunto de experiências que os clientes tiveram.

Parte desta memória é construída pela forma como é tratado o cliente. Infelizmente em nosso estado existe ainda uma parcela de atendentes incapazes de sorrir ou cumprimentar com sinceridade quem adentra no hall de atendimento de uma empresa. É tão mecânica a forma como sorriem e desejam “Bom Dia” que parecem egressos do elenco de uma novela venezuelana.

O clima organizacional precisa de atenção por parte dos gestores. Colaboradores precisam ter no olhar explícito a satisfação de trabalhar ali. Precisam reconhecer na necessidade de cada cliente uma possibilidade de oferecer uma solução criativa e eficaz. Precisa sorrir e acolher. Precisa especialmente se sentir bem para fazer quem chega ali se sentir bem também.

Investir no aprimoramento da arte de sorrir pode ser uma eficaz maneira de tornar a empresa um ambiente com menos problemas de relacionamento entre colegas de trabalho, entre gestores e subordinados, e principalmente, entre atendentes e clientes.

Fabio Flores é professor, humorista e palestrante.

Comentários

Comentários