Projeto de lei proíbe ateus de descansarem em feriados religiosos

0
1027

Projeto de lei quer proibir que ateus descansem em feriados religiosos. A orientação religiosa estará explícita nos documentos de identidade. 

ateus

A comissão de constituição e justiça da câmara aprovou deu parecer favorável na tarde desta quinta-feira para o projeto de lei que proíbe que os ateus sejam liberados do trabalho em dias de feriados religiosos.

O projeto de autoria do deputado federal Padre Julião Andrada do PFB-ES, normatiza a confissão pública da orientação religiosa. O documento de identidade passará a informar a religião, ou ausência dela, em documento oficial. A ideia é que o departamento pessoal das empresas possa liberar para descanso apenas os funcionários que possuam fé compatível com a natureza religiosa do feriado.

Desta maneira o feriado de 12 de outubro, destinado ao culto da padroeira do Brasil, seria exclusivamente vivenciado por católicos. O Natal destinaria apenas ao repouso remunerado os cristãos. Os ateus seriam alijados de todos os feriados nacionais, estaduais e municipais. Segundo o Deputado Padre Julião Andrada “é bonitinho ficar posando de moderninho ateu e curtindo os feriados dos religiosos que eles abominam. Vão ter que trabalhar agora bando de vagabundo”.

Comentários

Comentários