O brasileiro está desaprendendo a ler por “culpa” da internet

0
149

Pesquisa da FECOMERCIO aponta que a leitura de livros está caindo vertiginosamente no Brasil por “culpa” da internet, mais especificamente das redes sociais. 

16022011 VICIADO NA INTERNET LUIS CARREGA

Sete em cada dez brasileiros não leram um livro sequer no ano passado, revela pesquisa da Federação do Comércio do Rio de Janeiro sobre os hábitos culturais, feita em 70 cidades de nove regiões metropolitanas.

O mapa do lazer do brasileiro revela um consumidor sem muito entusiasmo pela arte e literatura. 55% dos brasileiros responderam que não fizeram nenhuma atividade cultural em 2014. Em 2013, essa porcentagem era de 49%.

A leitura de livros caiu de 35% para quase 30% dos entrevistados. 70% dos pesquisados não leram um único livro neste ultimo ano.

O uso da internet, facilitado pelos smartphones é apontado na pesquisa como um dos responsáveis pela queda na leitura, principalmente entre os jovens. A resposta da maioria dos entrevistados é que eles não lêem ou não freqüentam atividades culturais por falta hábito.

Um recente estudo da empresa de consultoria ATKearney mostra que o Brasil tem de longe a maior taxa mundial (entre os países pesquisados) de “viciados” na rede — ou seja, de pessoas que passam absolutamente o dia inteiro conectados de alguma forma.

grafico vicio internet

O gráfico mostra que 51% dos brasileiros pesquisados está na faixa “O dia inteiro”, enquanto 20% respondeu “Toda hora”, uma opção menos exagerada, mas que representa mais de 10 horas diárias de uso. 24% ficou na faixa do “Duas ou quatro vezes ao dia”, enquanto apenas 5% respondeu “Uma vez por dia ou menos”. A alta taxa estaria relacionada à população mais jovem e à penetração dos smartphones nessa sociedade.

O tempo dedicado a leitura de textos produzidos por usuários das redes sociais pode a médio prazo comprometer a seriamente a escrita, uma vez que as regras gramaticais e as normas ortográficas são pouco respeitadas por boa parte dos brasileiros que alimentam de conteúdo o Facebook.

Assuma o desafio de ler ao menos um livro a cada três meses e fuja desta estatística de “analfabetização” do povo brasileiro.

Comentários

Comentários